Guia para empresas covid 19

Os primeiros sinais do coronavírus, ainda na China, no fim do ano passado, acenderam um sinal de alerta para o Grupo Pardini. Ninguém tinha ideia do que estava por vir, da pandemia que se anunciava, mas iniciávamos os primeiros planos de contingência para o enfrentamento de um possível aumento de demanda.

Nos preparamos para conseguir realizar internamente o teste de RT-PCR e reforçar nossos estoques de matéria prima para manter a nossa operação rotineira de atendimento aos nossos parceiros de todo o país.

O agravar da crise vem levando a empresa a tomar novas medidas todos os dias, de modo a garantir agilidade e acurácia de nossos testes, contribuindo para o sistema de saúde do Brasil.

Estamos trabalhando 24 horas por dia, 7 dias por semana, para melhor atender às demandas de nossos clientes – pacientes, médicos prescritores, laboratórios parceiros, hospitais e operadoras de saúde.

Em meio à pandemia da COVID-19, a realização de testes é um desafio. Como uma empresa referência nacional e internacional em Medicina Diagnóstica, é obrigação do Grupo Pardini compartilhar nossa visão técnica sobre os tipos de testes disponíveis, seus riscos e vantagens. Por isso, reunimos nosso quadro técnico para a redação desta publicação.

A seguir, compartilhamos o posicionamento técnico do Grupo Pardini com o intuito de esclarecer sobre os métodos e estratégias diagnósticas disponíveis e recomendadas com base no conhecimento científico atual e principais diretrizes mundiais.

recomendações-covid-19

Por que não devemos ignorar as recomendações?

Estamos diante de um grande desafio, algo nunca vivenciado no país. Mesmo que ainda não haja leis específicas de obrigatoriedade de adoção de medidas de prevenção para as empresas, é importante seguir algumas recomendações para reduzir as chances de contágio, de fiscalização, multas, ações e reclamações trabalhistas.

Veja também: Formas de prevenção no ambiente de trabalho

As informações prestadas abaixo foram construídas a partir de fontes confiáveis, como a Organização Mundial da Saúde (OMS), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e de referências de laboratórios renomados, como o Grupo Hermes Pardini.

Sobre a COVID-19

Novo coronavírus - covid19

Vários coronavírus podem infectar humanos causando doenças respiratórias leves. Eventualmente, novas cepas de coronavírus podem surgir, causando quadros com altas taxas de mortalidade como Síndrome Aguda Respiratória Grave (SARS-CoV) e Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS-CoV).

Em dezembro de 2019, vários casos de pneumonia viral foram relatados na cidade de Wuhan na China, com a identificação de um novo betacoronavírus. A doença pelo coronavírus 2019 (COVID-19) é uma infecção causada pelo coronavírus 2 da síndrome respiratória aguda grave (SARS-CoV-2), cujo espectro clínico pode variar de infecções assintomáticas a quadros respiratórios graves.

biossegurança covid-19

Biossegurança: medidas essenciais – Como evitar o COVID-19

É extremamente importante ter atenção com a biossegurança em todos os momentos, seja ao chegar na companhia, durante as pausas e descansos, nos espaços coletivos, no relacionamento com os colegas e no próprio atendimento aos clientes, fazendo todo o procedimento de higienização antes e depois, respeitando os locais adequados para uso de jaleco e realizando descarte de resíduos nas lixeiras adequadas.

Seguem abaixo algumas recomendações:

Os banheiros, copas e restaurante devem ser higienizados com frequência ampliada, todos os dias, devido ao maior número de pessoas;
Todos deverão lavar as mãos e higienizá-las com álcool gel antes de entrar no restaurantes, lanchonetes e/ou refeitórios;
Passar álcool gel nas mãos antes e depois das seguintes situações:
Usar uma cadeira que possa ser;
Compartilhada com outras pessoas;
Subir ou descer por uma escada;
Chamar e pegar um elevador;
Subir e descer do transporte público.
smartphone covid-19

Celulares

Higienizar os aparelhos de uso comum da recepção e telefonia com álcool 70%. Isto é, limpar o telefone com o álcool e passar álcool na mão em seguida. Terminado o uso do celular, higienizá-lo novamente e passar álcool nas mãos novamente também.

banheiro covid-19

Banheiro

Higienizar as mãos com álcool antes de tocar a maçaneta do banheiro. Após o uso do banheiro, lavar as mãos seguindo as orientações já dadas e acrescentar o seguinte: fechar a torneira com o papel utilizado para secar as mãos e ainda utilizá-lo para abrir a porta. Ao sair do banheiro, jogar o papel no lixo mais próximo.

bebedouro covid-19

Bebedouros

Não utilizar o esguicho direto de boca, somente a saída de água para copo descartável. Antes e depois de utilizar o bebedouro, passar álcool nas mãos para garantir o equipamento sempre limpo.

distanciamento social covid-19

Distanciamento

Recordar de garantir sempre uma distância de, no mínimo, 1 (um) metro entre as pessoas.

covid mascara de proteção

Utilização e descarte de máscaras

Conforme informado na edição especial deste comunicado, enviada na última sexta-feira, dia 17 de abril, o uso de máscaras agora é obrigatório para todos, em locais públicos, o que inclui empresas e corporações.

As máscaras deverão ser descartadas, sempre que estiverem úmidas, como resíduos comuns não recicláveis.

Atente-se aos demais cuidados, em relação à utilização das máscaras:

Antes de colocar ou de retirar as máscaras, higienize as mãos;
Utilize sempre o elástico ou a tira de amarração para manusear sua máscara. Evite tocar na máscara ao longo do dia;
A máscara deve estar sempre no rosto, tampando nariz e boca adequadamente. Nunca utilize-a embaixo do queixo ou do nariz;
Sempre que estiver úmida, troque-a.
corporação covid gestão

Cuidados com a assepsia dos espaços comuns nas corporações

No bebedouro, utilize apenas a saída de água para encher recipientes;
Higienize seu posto de trabalho e objetos de uso constante várias vezes ao dia. Utilize papel toalha e álcool 70%;
Reaplique álcool em gel nas mãos sempre que tocar alguma superfície;
Mantenha a distância de segurança de qualquer pessoa;
Adote um comportamento amigável sem contato físico, contribuindo para um ambiente de trabalho agradável;
Se precisar tossir ou espirrar, mesmo de máscara, utilize a etiqueta da tosse e use o antebraço para conter possíveis gotículas;
Não devem ser realizadas reuniões presenciais, uma vez que não podem ser feitas aglomerações de pessoas, seja em salas de reunião ou mesmo em espaços comuns de convivência. Usem as ferramentas disponibilizadas para reuniões online;
Sintomas respiratórios? Ainda que leves, fique em casa e avise sua liderança.
covid copa refeitorio

Copa ou refeitório

No seu horário de lanche ou almoço, dê preferência aos horários de menor aglomeração de pessoas;
Ao se sentar na copa, refeitório ou lanchonete, respeite os lugares e mantenha o distanciamento dos colegas;
Na hora do almoço ou do lanche, guarde sua máscara embrulhada em papel toalha ou guardanapo para evitar contaminação. Retire-a apenas para realizar a sua refeição e recoloque logo em seguida. Se sua máscara já estiver na hora de descartar, leve uma máscara nova embrulhada em papel toalha para você substituir ao sair da copa, refeitório ou lanchonete;
Se possível, dê preferência a locais ao ar livre para fazer suas refeições.
covid-19 banheiro vestiário

No banheiro ou vestiário

Higienize as mãos ao entrar e ao sair;
Fique atento para não levar as mãos ao rosto após tocar nas descargas, nas torneiras, nos puxadores das cabines ou dos armários;
Não compartilhe objetos como escovas de cabelo e batons;
Ao pegar algum objeto no seu armário, higienize as mãos;
Lave as mãos diversas vezes ao dia.
covid isolamento respiratório

Isolamento respiratório

A intenção de um colaborador manter isolamento respiratório é não colocar em risco seus colegas de trabalho e as pessoas da comunidade.

Se você tem um sintoma respiratório, sai de casa e vai até o local de trabalho, você pode contaminar as pessoas no meio de transporte utilizado e as pessoas com quem você trabalha.

Tendo algum sintoma respiratório, é importante não sair de casa e manter-se em isolamento. Avise seu gestor e o RH para que sejam adotadas as medidas de gestão de crise.

Reforçando: se tiver sintomas respiratórios, NÃO VÁ PARA SEU LOCAL DE TRABALHO. Proteja a sua comunidade e seus colegas.

E vale destacar:

Isolamento respiratório

O isolamento respiratório deverá ser feito por quem apresenta sintomas respiratórios: a pessoa tem que usar máscara dentro de casa e se proteger, e não deve deixar o domicílio em nenhuma condição. Essa determinação está de acordo com o Protocolo de Manejo Clínico do Coronavírus (COVID-19) do Ministério da Saúde, diferente do Isolamento Social.

Isolamento social

O isolamento social é para a sociedade em geral: independente de apresentarem sintomas, evita-se o contato com outras pessoas.

como agir rh covid-19

Como deve agir o RH da empresa?

O monitoramento das equipes é essencial para o controle da COVID-19. Por isso, de acordo com as diretrizes da empresa e as orientações jurídicas, a área de recursos humanos deve estar preparada para apoiar tanto empregados quanto eventuais casos de contaminação.

funcionarios e colaboradores covid

Para lidar com funcionários e colaboradores

Criar comitê de crise com representantes das principais áreas da empresa para adoção de medidas visando resguardar a saúde e a segurança no ambiente de trabalho;
Formalizar em ata todas as decisões tomadas pelo comitê com data e assinatura dos participantes e responsáveis;
Afastar menores de 18 anos;
Identificar e resguardar empregados pertencentes ao grupo de risco;
Sempre que possível, adotar medidas alternativas para evitar a quebra do isolamento social, tais como: Home Office, banco de horas, férias, reuniões virtuais, jornadas reduzidas, jornadas alternadas, etc;
Formalizar alteração contratual temporária para o trabalho em home office, ainda que a legislação tenha flexibilizado essa formalidade;
Registrar documentalmente todas as recomendações e ações do empregador adotadas com o propósito de preservar a saúde e a segurança no ambiente de trabalho;
Celebrar aditamentos contratuais com prestadores de serviços com previsão de condições específicas e regras de acesso ao ambiente de trabalho da empresa, bem como adoção de todos os meios necessários para conscientizar seus trabalhadores quanto à prevenção, em especial aqueles terceirizados;
Fiscalizar o cumprimento das políticas e utilização dos equipamentos de proteção (ex: barreiras e máscaras descartáveis/laváveis) com aplicação de medidas disciplinares, sempre que necessário;
Intensificar a atuação dos responsáveis pela SST e CIPA em prol da não disseminação da Covid-19 no ambiente de trabalho.

Veja também: Medidas provisórias para a preservação do emprego.

colaboradores com covid-19

Em casos de colaboradores com Covid-19

O gestor da área deverá manter um acompanhamento próximo do empregado contaminado pela Covid-19.

Caso haja piora dos sintoma, oriente a buscar atendimento médico presencial;
Em caso de realização do teste para Covid-19, o empregado deve permanecer na residência até que seja emitido o resultado do exame ou o parecer médico;
Orientar o empregado a reforçar os cuidados de prevenção em casa;
Realizando ou não o teste, o empregado só deverá retornar ao trabalho quando autorizado por um médico.

Além disso, é necessário adotar protocolo de limpeza e higienização na ocorrência de um teste positivo para um empregado e monitorar a equipe.

E por fim, esclarecer para todos os empregados os protocolos a serem seguidos caso alguém apresente sintomas ou teste positivo para Covid-19, informando também o cronograma a ser seguido (Tempo de isolamento, período de retorno etc).

Confira outras recomendações sobre casos de Funcionários com COVID Positivo.

covid laboratório - exame

Métodos laboratoriais disponíveis – Como detectar o COVID-19

Quais os métodos laboratoriais disponíveis para avaliação do paciente com suspeita de COVID-19?

metodos laboratoriais covid

Até o presente momento foram registrados na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) testes baseados nos seguintes métodos:

RT-PCR – Testes de amplificação de ácidos nucleicos para SARSCoV-2;
Testes sorológicos para pesquisa de anticorpos IgA, IgM e/ou IgG anti-SARS-CoV-2, pelos métodos ELISA, quimioluminescência ou imunocromatográfico;
Teste imunocromatográfico para pesquisa de antígeno viral em amostras do trato respiratório superior.

Importante ressaltar que a solicitação concomitante de painéis de vírus respiratórios é recomendada por várias diretrizes para auxiliar no diagnóstico diferencial de COVID-19 com outras doenças respiratórias virais agudas.

Confira em nossa página os Testes Sorológicos, como: Sorológico – IgG Isolado e Sorológico – IgA-IgG

Qual é o teste de escolha para o diagnóstico da COVID-19?

A detecção do SARS-CoV-2 por RT-PCR em tempo real (reação em cadeia da polimerase com transcrição reversa) é o teste laboratorial de escolha para o diagnóstico de pacientes sintomáticos na fase aguda.

rt-pcr-covid-19

Qual o momento mais adequado para solicitar a RT-PCR?

Como a carga viral costuma ser mais alta na primeira semana da doença, o exame de RT-PCR deve ser realizado o mais precocemente possível, preferencialmente, entre o 3º e o 5º dia do início dos sintomas.

Os padrões de eliminação viral nos diferentes compartimentos do organismo humano, incluindo o pico da carga viral e duração da eliminação do vírus, ainda não são totalmente definidos.

O tempo de incubação médio do SARS-CoV-2 é de 5 dias. O período de detecção viral é variável, dependendo da origem da amostra e da gravidade da doença. A mediana de detecção do RNA viral em amostras do trato respiratório superior pode ser de até 20 dias após o início dos sintomas (intervalo de 8 a 37 dias). A detecção prolongada do vírus é mais comum nos casos mais graves.

Um único resultado de SARS-CoV-2 não detectado na RT-PCR exclui COVID-19?

covid rt pcr gestão covid

Em estudo com 1070 amostras de 205 pacientes com COVID-19, maior sensibilidade de amostras do trato respiratório inferior: lavado broncoalveolar 93%, escarro 72%, swab de nasofaringe 63%, swab de orofaringe 32%, fezes 29%, sangue 1% e urina 0%.

Um estudo publicado com uma série de casos demonstrou que a carga viral de pacientes nos quais foram realizadas múltiplas coletas de swab de orofaringe e nasofaringe flutuou ao longo do tempo.

Um mesmo paciente pode apresentar o vírus detectado na amostra coletada em um dia e não detectado em amostra coletada em outro dia.

Outra pesquisa aponta que 12,5% de pacientes hospitalizados com COVID-19 e RT-PCR inicialmente negativa em swab de orofaringe converteram a positivo em coletas subsequentes realizadas com dois a quatro dias de intervalo entre elas, alguns na 4ª recoleta.

Portanto, um único resultado não detectado, principalmente se for de amostra do trato respiratório superior, não exclui COVID-19. Recomenda-se, havendo disponibilidade do teste, a coleta de nova amostra, se possível do trato respiratório inferior, em caso de doença grave ou progressiva, ou na presença de dados clínico-epidemiológicos fortemente sugestivos de COVID-19, quando a primeira amostra é negativa.

resposta imune covid-19

Resposta imune

Anticorpos das classes IgA, IgM e IgG dirigidos contra proteínas estruturais do SARS-CoV-2 são produzidos pelo organismo após a infecção.

No entanto, a frequência de positividade para esses anticorpos é tempo-dependente. Menos de 50% dos pacientes com COVID-19 apresentam anticorpos detectáveis no soro antes de 7 a 10 dias após o início dos sintomas.

Um estudo descreveu que, em alguns pacientes, a soroconversão de IgM ou IgG ocorreu após 20 a 23 dias do início dos sintomas.

resposta imune covid-19

Melhores práticas corporativas de gestão da crise COVID

Você sabia? – Aqui na Pardini, auxiliamos empresas que precisam desenvolver um plano de ação em relação ao COVID-19 – Desde a Testagem de Colaboradores à Programas Customizados para Gestão de Crise.

Nós oferecemos toda nossa expertise na aplicação e análise de testes para detecção do COVID-19. Cuidamos de toda a cadeia produtiva dos exames COVID: desde o fornecimento dos kits de teste, distribuição, coleta dos exames, análise e entrega do resultado, com laudo autenticado.

E mais! – Os testes COVID do Grupo Pardini contam com tecnologia de ponta e emprego de metodologias reconhecidas pela OMS – Organização Mundial da Saúde.

Conte com a nossa empresa para cuidar da saúde, segurança e bem-estar dos seus colaboradores.

Entre em contato conosco e conheça nossas propostas: 3003-5411, ramal 2113 (ligação sem DDD).