Com o aumento de números de casos positivos pelo Novo Coronavírus (Covid-19) entre as pessoas no Brasil, é necessário sempre lembrar de seguir as medidas de prevenção da OMS e do Ministério da Saúde, para evitar contrair a doença, bem como realizar o devido isolamento em caso de suspeita de Covid-19, evitando disseminar e contagiar outras pessoas.

Como o vírus tem uma alta taxa de contágio, é possível contrair a doença nas situações mais simples do cotidiano, como pela fala (que contêm gotículas de saliva) ou pelo contato com objetos ou superfícies contaminadas, em seguida de contato com a boca, olhos ou nariz, por exemplo, sendo apenas um dos exemplos.

Saiba mais sobre as formas de transmissão do Novo Coronavírus (Covid-19)

Por essa razão, o uso equipamentos de proteção individual são um dos itens mais importantes para o combate do Covid-19, permitindo a proteção dos funcionários das empresas, assim como evitar o contágio de outros colaboradores em casos suspeitos.

Máscaras são importantes aliadas para a proteção do colaborador

O uso das máscaras de proteção é um dos itens mais comuns para proteger o funcionário do Novo Coronavírus (Covid-19), dado que ela fornece uma barreira eficaz contra a doença.

Devido ao fato da transmissão também ocorrer pelas gotículas respiratórias no ar, devido a tosse, espirros ou até mesmo ao conversar com alguém, a máscara oferece uma proteção que evita que tais gotículas sejam aspiradas para o nosso corpo, ficando “presas” nas máscaras.

Por essa razão, o uso das máscaras por todas as pessoas, incluindo os funcionários dentro da empresa, é uma maneira eficaz de evitar a disseminação da doença, visto que, se uma pessoa assintomática, por exemplo (que esteja com a Covid-19 e não apresenta sintomas), tossir ou falar com outra pessoa, o risco de transmitir o vírus Sars-CoV-2 é bem menor do que se ela não estivesse utilizando a máscara.

Vale destacar que, de acordo com estudos que estão sendo realizados a respeito do Covid-19, foi constatado que, o vírus pode resistir por até 3 horas em forma de aerosol, ou seja, caso alguém esteja infectado e espirre em uma sala, é possível o vírus ficar espalhado pelo ar (gotículas de saliva) e infectar outra pessoa em quase 3 horas.

Por essa razão, o uso de máscaras é uma das formas seguras de evitar o contágio e a disseminação, permitindo que as gotículas de saliva fiquem na máscara. 

Além disso, de acordo com as recomendações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o uso da máscara não pode ultrapassar o máximo de 3 horas, pois pode perder a sua eficácia de proteção após esse período.

A anvisa ainda destaca alguns outros pontos que devem ser levados em consideração, como:

  • Trocar após o período de 3 horas, e sempre que estiver úmido, com sujeira aparente, danificada ou dificuldade para respirar
  • Retirar a máscara e colocar para lavar
  • Após retirar a máscara, lavar as mãos com água e sabão, ou com álcool em gel 70%
  • Não compartilhar a sua máscara, mesmo que ela esteja lavada 

Uso de luvas também podem oferecer proteção, mas é necessário cuidado

A utilização de luvas descartáveis é outro meio complementar para a prevenção de contágio pelo Novo Coronavírus (Covid-19), dado que fornece uma camada de proteção ao tocar em superfícies que possam estar supostamente contaminadas, como maçanetas de portas, botões de elevadores, entre outras superfícies.

No entanto, é necessário evidenciar que, ao utilizar luvas, o portador não leve as mãos aos olhos, boca ou nariz, pois isso poderia fazer com que se contraia a doença acidentalmente.

Além disso, mesmo que seja utilizado as luvas, é necessário que haja a higiene posteriormente das mãos, com água e sabão, ou com álcool em gel 70%, pois apesar das luvas oferecerem uma proteção a mais, a retirada incorreta da luva pode contaminar as mãos.

Por fim, é altamente recomendado realizar o descarte das luvas em lugares apropriados, como lixos separados, em saco fechado no lixo não reciclável, e não em lixos comuns, 

Dispersores de álcool em gel em lugares visíveis e de fácil acesso

Um dos itens fundamentais para evitar o contágio do Novo Coronavírus (Covid-19) é a utilização de dispersores de álcool em gel no local de trabalho, visto que é uma das maneiras mais eficazes para evitar a disseminação do vírus Sars-CoV-2 pelo ambiente de trabalho.

Também é válido realizar a limpeza do ambiente do trabalho com álcool em gel, nas superfícies da mesa de trabalho, por exemplo, como teclados, mouse, entre outros acessórios tocados, assim como nas maçanetas das portas, para evitar o contágio.

Outras formas de proteção

Há também algumas outras recomendações que ajudam a diminuir o contágio da doença Covid-19, como por exemplo, referente as roupas utilizadas.

Caso você utilize transporte público para se deslocar até o local de trabalho, saiba que as suas roupas também podem estar contaminadas pelas gotículas do vírus que se impregnam na roupas.

Dessa forma, ao chegar em casa, retire a roupa e deixe-a em um lugar separado para realizar a devida lavagem, evitando contaminar outras superfícies da sua casa, por exemplo.

Além disso, no ambiente de trabalho, realize o  afastamento das pessoas em cerca de 1,5m, mesmo utilizando os equipamentos de proteção individual (EPI’s)

Vale lembrar que é recomendado que os empregadores disponibilizem esses equipamentos de proteção individual (EPIs) para os funcionários trabalharem de forma segura, visando a segurança dos funcionários bem como a postura responsável da empresa para evitar a disseminação do Novo Coronavírus (Covid-19).

O Grupo Pardini empresas a lidar com da Crise COVID, propondo planos de ação customizados de acordo com a necessidade de cada setor, além de oferecer exames COVID de qualidade, com coleta segura: In Company, à domicílio ou em um dos mais de 10.000 laboratórios parceiros.

Entre em contato conosco e conheça nossas propostas: 3003-5411, ramal 2113 (ligação sem DDD).


Fontes: Portal AnvisaMinistério da Saúde – Governo Federal